Sem crise na área de beleza

Empresas distribuidoras de cosméticos se mantêm em alta

Por O Dia

Rio - A frase 'vale tudo para ficar bonita' é levada a sério na Baixada. Segundo um levantamento feito no ano passado a região tinha mais de 25 mil Micro Empreendedores Individuais no ramo da beleza.

De acordo com o Sebrae só Duque de Caxias e Nova Iguaçu reúnem mais de seis mil salões de beleza. A região tem 20,5 mil manicures, pedicures e barbeiros. Depiladores, esteticistas e maquiadores chegam a marca de 5,2 mil.

Gisele vende para salões%2C cabeleireiras e clientes que se cuidam em casaEstefan Radovicz / Agência O Dia

Tanta vontade e dedicação para cuidar da beleza levou Gizelle Matta a abrir uma distribuidora de cosméticos, em Nilópolis. Ela vende produtos diretamente para salões e também para o consumo próprio. "Eu atinjo os salões, cabeleireiras e clientes que usam os produtos em casa".

Mesmo com a crise, Gizelle afirma que a procura por cosméticos é alta. "Mesmo quando as coisas apertam a mulher dá um jeitinho de se cuidar. Toda mulher gosta de ficar bonita. Os alisamentos e os produtos para descolorir são os que mais saem", diz a dona da WG Cosméticos, que fica na Rua João Evangelista de Carvalho 1.335, Centro de Nilópolis. Tels.: 98373-0081 ou 96437-7295.


Últimas de Rio De Janeiro