Homem é preso por esfaquear jovem suspeito de torturar adolescente na Rocinha

Menino de 16 anos e amigo foram torturados por traficantes da quadrilha de Nem nesta quinta-feira

Por O Dia

Rio - Um homem foi preso por esfaquear um jovem suspeito de espancar seu filho, nesta sexta-feira, na Rocinha, Zona Sul do Rio. O adolescente, de 16 anos, e um amigo, da mesma idade, teriam sido torturados por traficantes da quadrilha de Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem, nesta quinta. A dupla foi socorrida por Fuzileiros Navais. Horas após o ocorrido, Fabrício Costa Manhães, pai de uma das vítimas, foi até a casa de Carlos Alexandre Camelo da Costa, 19 anos, que seria um dos envolvidos no caso.

Fabrício Costa Manhães foi preso suspeito de de esfaquear um jovem na RocinhaEstefan Radovicz /Agência O Dia

Segundo a mãe de Carlos, Lúcia Camilo da Costa, Fabrício disse para ela que queria falar com o rapaz sobre 'assunto de emprego'. "Eu cheguei até a acordar meu filho, mas ele já chegou esfaqueando o menino. Depois, o homem jogou a faca no valão. Ele vai pagar por isso", destacou. Ela contou que o jovem responde um processo em liberdade pela Justiça, mas não especificou o motivo. 

Atingido no pescoço e no peito, Carlos foi socorrido e levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Rocinha. De acordo com a mãe, ele seria transferido ao Hospital Municipal Lourenço Jorge.

Depois do esfaqueamento, os moradores quiseram linchar Fabrício, que se identificou como bombeiro civil. "Meu filho estava indo para o curso e era trabalhador. Tomei minha atitude e fui correr atrás do prejuízo", disse durante o tumulto nesta manhã. Ele foi preso por tentativa de homicídio e o caso foi registrado na 11ª DP (Rocinha).

Na ocasião em que foi torturado, o adolescente de 16 anos usava um boné com a inscrição 'Jesus é dono desse lugar'. A frase faz alusão à quadrilha do Rogério Avelino da Silva, o Rogério 157, que aparece em fotos utilizando um cordão de ouro com a inscrição.

Últimas de Rio De Janeiro