Vigilância Sanitária será reforçada para evitar Aedes aegypti

Secretário municipal de Saúde anunciou que pulverizações serão realizadas na cidade para evitar proliferação do mosquito

Por O Dia

Rio - A Vigilância Sanitária Municipal vai ser reforçada com cerca de 3.500 agentes para dar atenção a doenças como o zika vírus, dengue e febre chikungunya durante os Jogos Olímpicos e Paralímpicos. O secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, anunciou nesta quarta-feira, em encontro na Câmara de Comércio França-Brasil, que pulverizações serão realizadas na cidade para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti.

Para prevenir surtos de contaminação alimentar, a Secretaria também distribuirá folhetos em vários idiomas, chamando a atenção para o consumo de água potável. Soranz também suspendeu as férias de servidores da Saúde durante a Olimpíada.

Últimas de Rio De Janeiro