Estado consegue empréstimo para pagar 13º e salários de pensionistas

Operação é de R$ 500 milhões e governador Pezão diz que tentará efetuar todos os créditos na sexta-feira, dia 18

Por O Dia

Rio - O Bradesco aprovou a concessão de empréstimo para que o governo estadual possa fazer, de uma vez, o pagamento da segunda parcela do décimo terceiro salário dos servidores.

A operação, de R$ 500 milhões, permitirá também o depósito imediato da remuneração dos pensionistas relativa ao mês de dezembro. Este pagamento havia sido transferido para janeiro.

O governador Pezão disse, no início da tarde desta quinta-feira ao 'Informe do DIA', que tentará fazer todos os créditos nesta sexta-feira, 18.

Ontem, o Palácio Guanabara anunciara que, por falta de recursos, o pagamento da segunda parcela do décimo terceiro seria feito em cinco prestações.

A transação com o Bradesco, que é responsável pela folha de pagamento dos servidores, precisa ser aprovada pelos deputados estaduais - o projeto de lei que autoriza o empréstimo será enviado pelo governo ainda hoje para a Assembleia Legislativa.

A negociação entre a Secretaria Estadual de Fazenda e o banco foi revelada na edição impressa do 'Informe' desta quinta-feira, 17.

Para receber o 13º, os servidores terão que assinar um termo de adesão ao empréstimo. Isto poderá ser feito em agências do Bradesco ou pela internet. Apesar da necessidade do documento, a operação de crédito será feita pelo governo do estado, que ficará responsável pelo pagamento dos juros.

Na negociação com o Bradesco, o governo conseguiu uma taxa de juros de 1,4%, semelhante à utilizada em empréstimos consignados.

Últimas de Rio De Janeiro