Linha 3 do metrô pode ser trocada por implantação de corredor BRT

Crise econômica e dificuldade de obtenção de crédito seriam os motivos para a criação de faixas exclusivas

Por O Dia

Rio - O governo do estado avalia trocar a construção da Linha 3 do metrô (Niterói-São Gonçalo) pela implantação de um corredor BRT. A alternativa de criar faixas exclusivas para ônibus está relacionada à crise econômica e à dificuldade de obtenção de crédito.

O BRT custaria muito menos que a Linha 3 (orçada em R$ 3,5 bilhões) e poderia ser estendida a Itaboraí e Maricá. A substituição dos projetos foi avaliada pelo grupo que estuda a implantação de parcerias público-privadas (PPPs) no estado.

Empreiteiras
Os efeitos da Operação Lava Jato sobre as empreiteiras também preocupam o governo. Muitas delas poderão sair enfraquecidas e sem condições de assumir uma PPP.

Promessa e dívida
Antes de bater o martelo pela mudança, Pezão quer ouvir outras pessoas, entre elas, Dilma Rousseff. É que, em 2013, ao lado de Sérgio Cabral e do atual governador, ela foi a São Gonçalo anunciar a liberação de R$ 2,57 bilhões para a Linha 3 do metrô.

Lurian-lá
Presidente do PT-RJ e prefeito de Maricá, Washigton Quaquá tem uma proposta ousada para a disputa de sua sucessão. Quer que Lurian da Silva, filha de Lula, seja candidata do PT. Ela tem domicílio eleitoral na cidade e trabalha numa revista da deputada petista Zeidan, mulher do prefeito.

Menos brigas
Um deputado do PT ressalta a necessidade de criação da frente de partidos de esquerda: “Já vamos ter muita briga com a direita, não dá para brigar também à esquerda”, diz.

Caminho da grana
A Beija-Flor fez um belo desfile, o título é justo. Mas vale saber como os milhões da Guiné Equatorial entraram no país.

Últimas de Rio De Janeiro