Ladrão ataca em academias da Zona Sul

Homem entra com mochila, mas, na hora de sair, leva a de outra pessoa. Ação foi gravada por câmeras em Copacabana

Por O Dia

Rio - Um homem tem entrado em academias de ginástica na Zona Sul e se passado por cliente para roubar mochilas. A mais recente vítima foi o personal trainer Márcio dos Santos. No dia 12, sua mochila foi levada da JN Fitness, em Copacabana, onde trabalha. O ladrão chega com uma mochila cheia de papel e a troca por outra. A ação foi gravada por câmeras de segurança da academia de Copacabana, que naquele dia estava com a roleta da entrada destravada.

O registro mostra o bandido entrando às 21h10 com uma mochila nas costas. Ao ver a catraca que dá acesso ao salão dos aparelhos, ele segue em direção oposta e vai para a cantina.
Ali, enquanto espera ser atendido, olha o ambiente em busca de câmeras. Depois, passa pela recepção e atravessa a roleta. Em seguida, vai ao banheiro, conversa com um estagiário da academia, pergunta onde ficam as mochilas e volta ao salão. Já sem a mochila com a qual chegou, vai à recepção perto da saída, pede ao estagiário que pegue sua mochila, alegando que a havia esquecido, e aponta para a de Márcio.

O personal trainer Márcio foi uma das vítimas%3A ladrão levou sua mochila no dia 12 em CopacabanaUanderson Fernandes / Agência O Dia

Após pegá-la, ele vai embora. “Ela estava meio aberta, acho que, por isso, ele a escolheu. Havia vários suplementos alimentares e dois perfumes importados. Em material, eu tinha uns R$ 2 mil”, contou o instrutor. Márcio disse ainda que não percebeu a ação do criminoso. “Eu estava com dois alunos iniciantes. Então, estava muito concentrado trabalhando”, explicou.

O instrutor afirmou que só percebeu o furto quando fui pegar na mochila um carregador de celular. “Achei que um aluno tivesse trocado as mochilas. Pedi a recepcionista para ver a ficha do homem que havia saído pensando que era aluno. Aí, percebemos o crime”, lembrou.

Recepcionista da academia, Daniela Martins, de 19 anos, estranhou a presença do rapaz no local e o abordou. “Ele passou, deu boa noite e seguiu para a cantina. Perguntei se ele era aluno de um outro horário, porque não o conhecia, e falei que ele não poderia entrar sem falar comigo. Ele disse que veio encontrar o personal trainer Alexandre e temos um personal com esse nome. Jamais poderia imaginar que isso fosse acontecer”, lamentou ela.

Outro professor reconheceu o suspeito

Márcio publicou as imagens do suspeito em sua página numa rede social e algumas pessoas reconheceram o homem. Um deles foi o professor da academia Pergus, Thiago Mesquita. “Ele, inclusive, estava nas imagens com a mesma camisa com a qual veio aqui na academia”, lembrou.
Na Pergus, o homem não furtou nada. “Acheio-o estranho porque não o conhecia e andava pela academia. Fui falar com ele, que foi embora sem levar nada”, contou Mesquita.

Últimas de Rio De Janeiro