Vídeo mostra viatura da PM atropelando manifestante no Centro

Policiais não pararam para prestar socorro à vítima

Por O Dia

Rio - Um vídeo postado no Youtube flagrou uma viatura da Polícia Militar atropelando um manifestante durante protesto, no dia 7 de setembro, na Avenida Presidente Vargas, no Centro. Nas imagens, a viatura prossegue sem prestar socorro à vítima. Outros manifestantes ajudaram o homem a sair do local.

PM dispersa manifestantes na Lapa com bombas

A Polícia Militar dispersou, no fim da noite do último sábado, cerca de 50 manifestantes que protestavam na Lapa, no Centro do Rio. Usando bombas de gás lacrimogênio e balas de borracha, policiais do Batalhão de Choque atiraram nos ativistas, que ocupavam as duas pistas no Arcos da Lapa, carregando faixas, cartazes e gritando palavras de ordem. Com a ação da polícia, houve tumulto e correria em um dos principais pontos de lazer da cidade. Muitos estabelecimentos fecharam as portas e turistas se assustaram com a movimentação. Pedestres e jornalistas foram atingidos pelas bombas e muitos passaram mal.

Os manifestantes se dispersaram pelas ruas da Lapa. Momentos antes, os ativistas estavam concentrados nas esquinas da Avenida Mem de Sá com a Rua João Pessoa. O trânsito no local ficou complicado, já que os presentes se sentaram no asfalto. Após alguns instantes o protesto seguiu em marcha até os Arcos, momento em que os policiais recuaram para, 20 minutos depois, reprimirem a ação. Cerca de 77 pessoas foram detidas durante os protestos no Dia da Independência e 14 ficaram feridas, de acodo com a Secretaria Municipal de Saúde.

Em Laranjeiras%2C PM atirou bombas de gás e balas de borracha tentando conter cerca de 200 manifestantesJoão Laet / Agência O Dia

Entre os detidos, uma pessoa foi presa por porte de arma; 15 foram autuadas e liberadas — uma delas, um homem com três passagens pela polícia. Entre as autuações, estão crimes de lesão corporal, desacato, resistência e posse de material explosivo. Com os detidos, foram apreendidos um estilingue, um spray de gás lacrimogêneo, pedras, canivete, bolas de gude, bombas artesanais e toucas. Alguns foram encaminhados para a 17ª DP (São Cristóvão) e para a 9ª DP (Catete). Segundo a PM, outros foram transferidos para a 21ª DP (Bonsucesso).

Um jovem identificado apenas como Gabriel foi levado para a 21ª DP para averiguações. Ele estava com a máscara atrás da cabeça e entregou documentos aos PMs e, ainda assim, foi conduzido pelos policiias. O assessor jurídico do Instituto de Defesa dos Direitos Humanos, Gabriel Aquino, 24 anos, disse que a ação foi incostitucional. "O que ficou estabelecido é que se os manifestantes tirassem as máscaras e apresentassem documentos, não poderiam ser detidos, já que não existe o flagrante. Além disso, agora estão levando os jovens para delegacias que ficam longe, para que os manifestantes não possam acompanhá-los ou protestar", afirmou.

De acordo com os PMs, um homem de camisa branca foi detido por estar roubando na área. Ele foi perseguido pelos policiais e colocaram em uma viatura. No entanto, os PMs não revelaram se o suspeito foi levado para as delegacias citadas.

O fotógrafo Alessandro Costa, do DIA , foi agredido com um chute por um policial identificado com o número 3, do Grupamento de de Ações Táticas, quando fotografava um dos detidos


Últimas de Rio De Janeiro