Mais mudanças nos ônibus: Prefeitura elimina mais oito linhas de ônibus

No próximo sábado, outras oito serão encurtadas da Zona Norte à Sul da cidade

Por O Dia

Rio - As mudanças nos itinerários de ônibus que cortam a Zona Sul serão ampliadas a partir do próximo sábado, dia 24. A prefeitura decidiu antecipar alterações previstas inicialmente para 7 de novembro e 5 de dezembro. Nesta nova etapa de implantação do processo de racionalização das linhas, serão extintas oito rotas, que ligam a Zona Norte e o Centro à Zona Sul.

Além disso, serão encurtadas outras oito, das quais cinco ligam as zonas Norte e Sul, duas circulam dentro da Zona Sul, e uma, na região central da cidade. Para compensar a eliminação de rotas, duas novas linhas surgirão: a Troncal 3, que vai ligar a Central ao Leblon, e a Troncal 4, de São Conrado à Rodoviária.

O VLT foi rebocado em sua viagem inaugural. A foto da primeira parada na Praça Mauá foi divulgada no Instagram do prefeito Eduardo PaesReprodução Internet

O planejamento anunciado ontem sofreu algumas modificações em relação ao divulgado no mês passado. A Rua Siqueira Campos, em Copacabana, receberá o ponto final de cinco linhas que vêm da Zona Norte e sofrerão encurtamento. Duas delas, a 456 (Norte Shopping X Gal. Osório) e 457 (Abolição X Gal. Osório), no planejamento anterior, teriam ponto final em Botafogo.

Perguntada se a alteração teria a ver com as reclamações de que a racionalização dificultaria o acesso dos moradores da Zona Norte à praia, a Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) apontou outro motivo. Segundo o órgão, estudos de demanda mostraram que a maioria dos passageiros dessas linhas tinha como destino Copacabana. A SMTR acrescentou que a racionalização recebe ajustes permanentes para o melhor atendimento ao passageiro.

“A Siqueira Campos é um ponto crítico. Tem muito movimento e acho que não há espaço para um terminal”, avalia Alexandre Rojas, especialista em mobilidade da Uerj. A SMTR respondeu que a racionalização vai gerar intervalos mais regulares e maior organização dos pontos.

Rojas criticou ainda a forma da divulgação das alterações. “Racionalizar as linhas é desejável, mas a população precisa ser ouvidas e avisada das alterações com mais antecedência.” A SMTR informou que, a partir da semana que vem, agentes darão início à distribuição de panfletos em pontos da cidade.

O que muda

NOVOS ITINERÁRIOS
Serão criadas a partir de sábado, a linha Troncal 3 (Central X Leblon) e a Troncal 4 (São Conrado X Rodoviária, via Francisco Bicalho). Ambas passarão pela Avenida Nossa Senhora de Copacabana e pelo Aterro.

ROTAS EXTINTAS
Serão extintas oito linhas: 123 (Jardim de Alah X Rodoviária); 127 (Rodoviária X Copacabana); 132 (Leblon X Central); 177 (São Conrado X Candelária; 420 (Vila Isabel X Praia de Botafogo); 421 (Vila Isabel X Prado Junior); 423 (Grajaú X Real Grandeza); e 425 (Grajaú X Real Grandeza).

LINHAS ENCURTADAS
As oito linhas que terão os trajetos encurtados são: 011, Bairro de Fátima X Rodoviária, que passará a ser Rodoviária Cinelândia; 456, de Norte Shopping X Gal. Osório passa a Norte Shopping X Siqueira Campos; 457, de Abolição X Gal. Osório a Abolição X Siqueira Campos; 483, de Penha X Copacabana para Penha X Siqueira Campos (via Santa Bárbara); 485, de Penha X Gal Osório para Penha Siqueira Campos (via Linha vermelha e Santa Bárbara); 486, de Gal. Osório X Copacabana para Fundão X Siqueira Campos (via Santa Bárbara); 503, de Alto Leblon X Ipanema para Alto Leblon X Gávea; e 509, da antiga 124 (Jardim Botânico X Central) para Horto X Jardim de Alah.

OBJETIVO
Na primeira etapa da racionalização, iniciada em 3 de outubro, 11 linhas foram eliminadas e cinco novas foram criadas. Após sábado que vem, sete novas linhas (quatro integradas e três troncais) substituirão 19, que tinham parte dos trajetos sobrepostos. O objetivo da prefeitura é reduzir essa sobreposição para melhorar o trânsito, sobretudo, nos corredores BRS (faixas exclusivas para os coletivos).

VLT faz viagem inaugural até a Praça Mauá

O Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) circulou pela primeira vez nos trilhos da Zona Portuária à Praça Mauá. O bonde moderno, no entanto, não se moveu por meios próprios ainda. Foi puxado por um reboque em seu primeiro trajeto, na noite de quinta-feira.

Os testes com o maquinista comandando o VLT só começarão na semana que vem, sempre à noite ou de madrugada, quando a região está mais vazia. Em vídeo divulgado pela Cdurp (Companhia de Desenvolvimento do Porto), o veículo passou pela Via Binário do Porto, Túnel Nina Rabha e Avenida Rodrigues Alves.

O prefeito Eduardo Paes divulgou, em sua conta do Instagram, as imagens da primeira viagem-teste. “E eis q o VLT faz sua primeira parada na Praça Mauá!”, escreveu Paes.

Nos próximos quatro meses, o VLT passará por testes de estática e dinâmica. A previsão é de que comece a funcionar no primeiro semestre de 2016. O trajeto total terá 28 quilômetros.

Últimas de _legado_O Dia no Coletivo