Eduardo Cunha será denunciado por corrupção e lavagem de dinheiro

Denúncia terá como base a acusação do empresário Júlio Almeida Camargo, que confessou pagamento de propina para o presidente da Câmara

Por O Dia

Brasília - O presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ) será denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por corrupção passiva e lavagem de dinheiro nesta quarta-feira. Segundo informações do jornal O Globo, a denúncia será apresentada ao Supremo Tribunal Federal (STF) tendo como base a acusação do empresário Júlio Almeida Camargo, que confessou ter pago US$ 5 milhões em propina para o deputado.
LEIA MAIS: Justiça condena Nestor Cérvero por lavagem de dinheiro

Camargo, um dos principais delatores da Operação Lava Jato, teria pago o suborno para facilitar a assinatura de contratos de afretamento de navio-sonda entre a Petrobras e a Samsung Heavy Industries.

Presidente da Câmara dos Deputados (PMDB)%2C Eduardo Cunha%2C será denunciado ao STFLevy Ribeiro / Agência O Dia

Na ultima segunda-feira, o empresário foi condenado a 14 anos de detenção por corrupção e lavagem de dinheiro. Na sentença, o juiz federal Sérgio Moro ressaltou que o lobista firmou acordo de delação premiada, prestando informações “importantíssimas” para desvendar o funcionamento do esquema. Por isso, definiu o juiz, as penas imputadas a Camargo ao fim de todos os processos da Lava Jato não poderão ultrapassar o total de 30 anos de reclusão.

Últimas de _legado_Brasil