Madri fará de tudo para que os separatistas catalães percam as eleições

Eleições foram convocadas pelo presidente do governo Espanhol como parte de uma intervenção inédita na autonomia catalã

Por O Dia

Espanha - O presidente do Governo espanhol, Mariano Rajoy, assegurou, nesta terça-feira, que trabalhará para que os separatistas percam as eleições regionais de 21 de dezembro, na Catalunha, e para isso pediu a participação em massa dos cidadãos favoráveis à permanência da região na Espanha.

Mariano RajoyJavier Soriano/AFP

Rajoy convocou as eleições como parte de uma intervenção inédita na autonomia catalã, para enfrentar o desafio dos líderes separatistas da região que declararam a independência da Catalunha em 27 de outubro.

Carles PuigdemontAFP

Atualmente, oito dos 14 membros do governo catalão se encontram em prisão provisória, suspeitos de rebelião, sedição e malversação dos fundos públicos por seu papel no processo separatista. O presidente regional destituído, Carles Puigdemont, se encontra em Bruxelas e é reclamado pela justiça espanhola.

Rajoy explicou que todos eles poderão se candidatar às eleições porque não perderam seus direitos políticos, embora acredite que tenham ficado impedidos politicamente por terem "enganado os cidadãos da Catalunha".


Últimas de _legado_Mundo e Ciência