Sobe para 23 o número de mortos em incêndios na Califórnia

Conflagração pode se tornar a mais mortífera dos EUA

Por O Dia

EUA - Subiu para 23 o número de mortos nos incêndio que atingem o norte da Califórnia, nos Estados Unidos. Segundo as autoridades, o fogo se espalhou rapidamente por uma área de produção vinícula, impulsionado por fortes ventos e pela pouca umidade da região. As áreas mais atingidas são os condados de Napa Valley e Sonoma. 

Focos de incêndio na Califórnia. Governador decretou estado de emergência AFP

Nesta quinta-feira, o incêndio não dava sinais de perda de força e podem ainda se tornar os mais mortíferos da história do Estado americano e há a expectativa de que o fogo atinja áreas ao norte de San Francisco.

Além das vítimas fatais, o fogo já destruiu 3.500 residências e negócios. A situação "seguirá piorando antes de melhorar", disse o chefe do corpo de bombeiros estadual, Ken Pimlott, na quarta-feira.

Cidades inteiras se converteram em povoados fantasmas, após a ordem para que a população abandonasse suas casas. Uma das cidades com esse cenário é Calistoga, de mais de 5 mil habitantes e famosa por sua produção de vinho. 

O presidente Donald Trump declarou estado de desastre e liberou recursos federais para ajudar no combate dos 17 grandes focos de incêndios florestais. 

Com informações do Estadão Conteúdo

Últimas de _legado_Mundo e Ciência