Especialistas montam espaços com a cara do verão

Ideia é unir o despojado da praia com a modernidade de uma casa

Por O Dia

Rio - Com o verão chegando, que tal deixar os ambientes com o clima da estação? Ter um refúgio 'praiano' dentro de casa é possível, afirmam especialistas. A ideia de unir o despojado da praia com a modernidade de uma casa foi o conceito aplicado pelo arquiteto Lucas Barbosa, do Studio Lucca, e pelos designers Matheus Monteiro e Cleide Pessanha em seus projetos para a mostra Casa Design, que acontece pela primeira vez em Búzios, uma das cidades que mais atrai turistas no Estado do Rio de Janeiro. O evento termina hoje.

Na mostra Casa Design%2C projetos que procuram instalar um clima 'praieiro' nos ambientes residenciaisDivulgação

Lucas assina o projeto de uma casa de praia em um ambiente moderno e contemporâneo. Batizado de 'Refúgio praiano', o espaço, de 59 m², segue uma paleta de cores com tons neutros em toda a decoração, com a exceção de alguns pontos de destaque, como a poltrona de couro assinada pela Sierra Móveis e o tapete redondo rosa em corda náutica. A ideia para o uso de cores claras é ter um ambiente amplo e clean e deixar o destaque para adornos usados no espaço.

O arquiteto comenta que, para valorizar ambientes como esse, uma dica é realizar uma boa integração entre o espaço e a área externa. "Como o espaço possui amplo visual para a Praia da Ferradura, optamos por trazer a leveza do ar praiano para o ambiente. As amplas janelas da sala, além de aumentarem a incidência de luz natural, servem também para compor o espaço com a beleza exuberante do litoral de Búzios", explica Lucas Barbosa.

Dica é realizar uma boa integração entre o espaço e a área externaDivulgação

Suíte praiana

Já os designers Matheus Monteiro e Cleide Pessanha são responsáveis pela 'Suíte dos Hóspedes', um espaço de 33,40 m². A inspiração veio do litoral buziano, mais precisamente do Porto da Barra. Um dos destaques do espaço é o box do banheiro, revestido com uma madeira especial, tratada para não sofrer dano ao entrar em contato com a água. Como a metragem do quarto é reduzida (28,26 m²), com closet e varanda inclusos, Matheus e Cleide decidiram que os aliados para otimizar o ambiente seriam a iluminação e a marcenaria. Este é um dos pontos altos do projeto: usada no forro do quarto e em demais pontos, a madeira dá o tom da decoração.

O projeto de iluminação foi desenvolvido para reforçar um clima de tranquilidade. Foram instaladas seis arandelas na prateleira flutuante com uma iluminação indireta. "Direcionadas para o teto, elas rebatem a claridade sem ter o foco de luz sobre as pessoas, o que provoca uma dilatação da pupila e desacelera o ritmo, ocasionando o estado de relaxamento almejado", conta Cleide.

Últimas de _legado_Imóveis