Em tarde pouco criativa, Flamengo fica no empate com Cruzeiro no Mineirão

Rubro-negro abriu o placar com Éverton, mas Sassá deixou tudo igual logo depois. Jogo foi marcado pelo número reduzido de oportunidades

Por O Dia

Belo Horizonte - O Flamengo entrou em campo, na tarde deste domingo, no Mineirão, com o desafio de se reabilitar após a derrota em casa, para o Grêmio, na última quinta-feira. Mas encontrou um Cruzeiro forte na marcação, que assustou no contra-ataque e acabou ficando no empate de 1 a 1, gols de Éverton e de Sassá, o primeiro do ex-botafoguense pelo novo time.

O Rubro-Negro ficou a maior parte do tempo com a bola, mas não soube furar a defesa dos comandados de Mano Menezes, que levou perigo nas poucas vezes que chegou ao atque. Pouco inspirada, a trinca Guerrero, Éverton Ribeiro e Diego não rendeu bem e os dois meias ainda foram substituídos por Geuvânio e Berrío na etapa final.

O Flamengo fica com 24 pontos, três a menos que o Cruzeiro. Na próxima rodada, a 15ª do Brasileirão, os times terão desafios duros pela frente. O Fla volta a campo quarta-feira, contra o Palmeiras, na Ilha do Urubu. Já o time Celeste visita o Fluminense, na quinta, no Giulite Coutinho.

O jogo: Flamengo toca bola, mas não acha espaço

O primeiro tempo teve um Flamengo o tempo inteiro com a bola, mas com o Cruzeiro assustando mais. Aos 7 minutos, a primeira boa chance do time treinado por Mano Menezes, em lance de Thiago Neves, que invadiu a área e bateu em cima do goleiro Thiago. O rubro-negro trocava passes e encontrava dificuldades em passar da defesa mineira. E aos 24, novo perigo cruzeirense, que apostava no contra-ataque: Diogo Barbosa chegou na linha de fundo e cruzou, mas a bola passou por todo mundo após desviar em Rodinei. No escanteio, o zagueiro Léo subiu mais que a defesa rubro-negra e quase abriu o placar.

Diego teve atuação apagada no empate do Flamengo contra o Cruzeiro no MineirãoDivulgação/Flamengo

Só aos 27 minutos o Flamengo, enfim, assustou o gol de Fábio. Éverton tabelou com Guerrero e bateu cruzado, rasteiro, mas a bola foi para fora. O time de Zé Ricardo ficava mais com a bola, mas não conseguia dar seguimento às jogadas e foi assim até o intervalo.

Logo na volta ao jogo, o Cruzeiro assustou novamente. Aos 2 minutos, uma bola rasteira de Rafael Sóbis jogada na área quase chega para Élber marcar, mas a defesa tirou. O time da casa pressionva e Thiago fez nova boa defesa, após chute de Élber em belo passe de Romero.

Quando menos se esperava, o Flamengo que fez seu gol. Aos 8 minutos, Rodinei cruzou e Éverton, de cabeça, abriu o placar. O time visitante tentava controlar o jogo novamente, mas aí apareceu a estrela de Sassá. O atacante tinha acabado de entrar e, aos 13, recebeu belo passe de Diogo Barbosa e saiu na cara de Thiago, só tendo o trabalho de tirar o goleiro e empatar a partida.

O jogo ficava preso novamente no meio-campo, sem espaços dos dois lados. Aos 23, Diego deu bom chute de fora de área, mas a bola saiu à direita do gol de Fábio. Aos 27, foi a vez do Cruzeiro, em novo contra-ataque, assustar. Novamente com Sassá, que recebeu, limpou o lance, mas bateu para fora, mesmo com Sóbis livre dentro da área.

Daí em diante, o jogo seguiu truncado, sem chances para nenhum dos dos times e o placar, justo, não foi alterado.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 1 X 1 FLAMENGO

LOCAL - Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

ÁRBITRO - Rodolpho Toski Marques (PR).

CARTÕES AMARELOS - Lucas Silva, Rafael Sóbis, Sassá, Lucas Romero (Cruzeiro); Geuvânio (Flamengo).

RENDA - R$ 1.349.516,00.

PÚBLICO - 39.976 pagantes (43.480 torcedores ao total).

GOLS - Éverton, aos oito, e Sassá, aos 14 minutos do segundo tempo.

CRUZEIRO - Fábio; Lucas Romero, Léo, Murilo e Diogo Barbosa; Ariel Cabral, Lucas Silva (Nonoca), Thiago Neves, Élber (Sassá) e Alisson; Rafael Sóbis (Rafael Marques). Técnico: Mano Menezes

FLAMENGO - Thiago; Rodinei, Réver, Rafael Vaz e Renê; Márcio Araújo, Cuéllar (Macuello), Éverton Ribeiro (Geuvânio), Diego (Berrío) e Éverton; Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.