Mulher que ofendeu Titi diz que não está preparada para se desculpar

Entrevista de Roberto Cabrini com Day McCarthy vai ao ar no próximo domingo, durante a 'Retrospectiva 2017', no SBT

Por O Dia

Rio - Day McCarthy, mulher que fez ofensas racistas a Titi, filha de Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank, falou sobre o assunto em entrevista a Roberto Cabrini. Segundo Day, ela estaria sendo falsa caso pedisse desculpas hoje para os atores e Titi. A entrevista de Cabrini com Day vai ao ar no próximo domingo, no SBT, durante a "Retrospectiva 2017".

Day McCarthy dá entrevista a Roberto CabriniReprodução

A mulher ainda disse que não tem como se controlar e que não sabe como não ser racista. "Eu não quero ser falsa, não estou preparada pra pedir desculpas a eles. Eu quero sentar e ter uma conversa comigo mesma e me arrepender, não quero ser falsa. (...) Pedir desculpas a eles não vai mudar em nada o que eu fiz”, disse. 

"Sim, eu sei que estou errada! Sei que eu sou racista, mas é uma coisa que eu não posso controlar, é uma coisa que eu não sei como controlar, como não ser racista", afirmou. 

Day contou que pretende procurar ajuda psicológica. "Ah sim, pretendo sim! Porque eu também quero saber o que se passa com a minha cabeça".

Relembre o caso 

Dayane Alcântara Couto de Andrade, de 28 anos, postou vídeos nas redes sociais, em novembro deste ano, ofendendo Titi, filha de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso. A mulher chamou a criança de "macaca" e disse que as pessoas "não deveriam dizer que ela é bonita". O ator Bruno Gagliasso procurou a polícia e prestou queixa contra ela por injúria racial. O ator também pretende processar Day no Canadá, país onde ela mora atualmente. 

Últimas de Televisão