Ouça os sambas-enredos de 12 escolas do Grupo Especial

Apenas a Beija-Flor não definiu seu hino para o Carnaval, o que acontecerá nesta quinta-feira

Por O Dia

Rio - Doze escolas do Grupo Especial já escolheram seus samba-enredos para desfilarem na Marquês de Sapucaí em 2018. Somente a Beija-Flor, que também foi a última a definir o tema que levará para Avenida, ainda não decidiu qual composição representará a escola.

A escolha da Deusa da Passarela acontece na quinta-feira, na quadra da agremiação, a partir das 20h, com quatro composições na disputa: os sambas de Di Menor BF e cia; Junior Trindade e cia; Sidney de Pilares e cia; e o de Sérginho Aguiar  e  cia.

Nesta segunda-feira, quem fez a final foi a Imperatriz Leopoldinense. A escola consagrou o samba de Jorge Arthur, Maninho do Ponto, Julinho Maestro, Marcio Pessi e Piu das Casinhas, para falar sobre os 200 anos do Museu Nacional.

A nova rainha de bateria da Imperatriz foi ao Instagram declarar amor à escolaReprodução/Instagram

A agremiação da Leopoldina, que será a quinta escola da segunda-feira de carnaval, também coroou a nova rainha de bateria, Flávia Lyra. Ela recebeu a faixa da antecessora, Cris Vianna, que ficou 5 anos na escola.

Ouça os 12 sambas-enredos do Grupo Especial de 2018

DOMINGO

SEGUNDA-FEIRA